A cada 5 investidores em criptomoedas no Reino Unido, 2 são mulheres

15 de junho de 2022

Foi-se o tempo em que o perfil típico do investidor em criptomoedas era principalmente solteiro, expert em tecnologia, professional ativo no mercado financeiro e por volta dos 20-30 anos.

Com o aumento da incerteza econômica global, as pessoas buscam cada vez mais novas alternativas para investir, como criptomoedas.

De acordo com o Gemini State of Crypto Report 2021, para cada cinco investidores em criptomoedas no Reino Unido, 2 são mulheres. Embora as mulheres ainda representem uma porcentagem menor entre os investidores de criptomoedas, elas acabam investindo em níveis mais altos do que os investidores homens.

As mulheres já representam mais da metade do total de investidores em criptomoedas (53,4%), investindo entre £ 1.000 e £ 5.000.

De acordo com o relatório da Gemini, dos 13,5% investidores em criptomoedas, 41,6% são mulheres. Dos 9,0% dos que planejam investir, 40,0% são mulheres. Em comparação com pesquisas anteriores sugerindo que apenas 21,0% – 22,0% dos investidores em criptomoedas eram mulheres. Esses novos números demonstram que agora, mais do que nunca, mulheres estão se envolvendo ativamente com ativos digitais. Eles representam uma mudança significativa na dinâmica de gênero dos investidores em criptomoedas do Reino Unido.

Além disso, a maioria (56,9%) dos investidores em criptomoedas está em relacionamentos – casados, em parceria civil ou vivendo com um parceiro – em comparação aos 34,5% que são solteiros.

Tradicionalmente, os investidores em criptomoedas eram do setor de TI e telecomunicações. A pesquisa indica que o hoje o investidor de criptomoedas do Reino Unido trabalha em uma ampla variedade de setores, sendo quase metade dos investidores em áreas que vão de publicidade a serviços financeiros e saúde, incluindo TI e telecomunicações (14,9%), Arquitetura, Engenharia e Construção (14,4%) e Varejo (12,9%).

Os dados mostram também uma grande variedade de receitas, o que significa que você não precisa ganhar muito dinheiro para começar a investir em criptomoedas. Entre os investidores em criptomoedas, 35,5% Tom uma renda média entre £ 25.000 a £ 35.000, e apenas 21,4% com uma renda anual entre £ 45.000-£ 55.000.

“Tem havido uma gama cada vez mais diversificada de consumidores atualmente investindo ou planejando investir em criptomoedas, em termos de gênero, localização e outras características. Talvez sem surpresa, os dados confirmam como a pandemia do COVID-19, sem dúvida, mudou comportamentos, desde o uso de tecnologia e consumo de conteúdo até decisões e intenções de investimento”, diz Blair Halliday, Head of UK, Gemini.

Plataformas  online atraem mais mulheres investidoras 

O rápido crescimento de mulheres investidoras em plataformas de investimento online, como eToro e RobinHood, confirma os dados de pesquisa da Gemini. De acordo com o eToro líder mundial em negociação e investimento social, a empresa registrou um aumento de 366% no número de mulheres inscritas na plataforma do que o aumento de 248% nos usuários do sexo masculino em dezembro de 2020, em comparação com o mesmo período de 2019.

O aplicativo de negociação e investimento de ações sem comissão RobinHood também viu um aumento de 7 vezes no número de mulheres investindo ativamente em criptomoedas nos últimos meses.

Estatísticas publicadas pela eToro também mostraram que apesar da rápida adoção, as mulheres representam apenas 15% dos investidores em Bitcoin, registrando um crescimento de 5% em relação ao ano anterior. Apesar do leve aumento, isso atesta uma tendência crescente entre as mulheres que investem em moedas digitais.

Com a expansão de plataformas de investimento online mais seguras, a tendência é que essa taxa aumente de forma constante ao longo dos anos.

“A tecnologia está permitindo que mais mulheres invistam”, diz Heloise Greef, pesquisadora da Universidade de Oxford que usa o eToro desde 2016, segundo o Insider. “Investir tem sido uma opção para um clube de elite, mas agora com o surgimento das plataformas de investimento online, qualquer pessoa pode participar.”

Mais e mais mulheres estão entrando no mundo das criptomoedas, não apenas para negociar, mas também em funções anteriormente predominantemente masculinas, como desenvolvedores, líderes de negócios e analistas, liderando o caminho para mais oportunidades de investimentos para mulheres em todo o mundo.

 

Artigo feito para: Independent Woman